quinta-feira, janeiro 04, 2007

...e daí todo mundo vem pra mim e fala para eu não dizer nada. Que eu sou um esnobe egocêntrico que só mantém a mesma retórica sobre o quanto eu sou bom para caralho. Mentira! Eu não falo só sobre mim. Eu falo mal dos outros também! Sigo minha vida do jeito que eu quero. Do jeito que eu acho bacana. Não tenho culpa se o mundo é populado por idiotas. Não tenho culpa se 90% ou mais da população acha bonito assistir Faustão no domingo. Não é meu amigo, não fala comigo. E não vem querer pixar minha nobre figura quando você não me conhece. Restrinja-se ao seu cantinho padrão e morra sozinho.

Por que!? Como assim por que? Porque eu tenho que escutar merda daqueles que nem me conhecem. E nem comece com o papo que eles podem ter razão pois não tem. Não que eu seja perfeito ou que meus amigos e meu fechado círculo social sejam simplesmente a melhor coisa que já aconteceu no mundo, claro que não. A melhor coisa que aconteceu no mundo foi o Funk Carioca. Faça-me um favor, né? Somos sim mais inteligentes que vocês. Somos melhores. Somos tudo aquilo que você um dia sonhou em ser mas não teve bolas para conseguir. Nosso alto astral contínuo prova isso. Precisa de muita pedra para nos derrubar. E mesmo quando caímos, levantamos de imediato.

Então você quer ser parte disso tudo? Quer se olhar no espelho e ser um de nós. Ser uma pessoa que sabe o que quer, ser altivo e bem humorado, ser o centro das atenções nas festas e argumentar sobre todas as coisas com a convicção de um expert? Morra e tente novamente do começo. Não é para qualquer um e você não tem como entrar. A não ser que você seja o elo perdido entre a fina linha que separa o herói de um cadáver. E se você realmente é uma dessas pessoas raras, inteligentes, afiadas, que o mundo tanto precisa e que se destacam da população a milhas de distância, por que diabos você está lendo isso? Você já é um de nós afinal.

Morte, morte. Longa vida à vaidade intelectual.

4 comentários:

Ana R. (Alalas) disse...

Ai seu egocentrico de quinta a quinta, como vc eh pretensioso, eh inacreditavel a sua cara de pau de se achar tanto assim... hahaha. baby, voltei ha dois dias mas ainda nao voltei direito, nao consigo comer, dormir e nada mais depois de tanto bungy jump e cachaca, shots, shots e shots de jaga, mas devo dizer uma coisa importante que realizei nessa viagem: a unica coisa que realmente importa eh a cerveja, o cigarro de 10 dolares e os amigos. o resto, all inclusive, eh passatempo de gente entediada. ah, sim, eu sou um de nos afinal... hahaha. Beijos

Fefos disse...

Não era mais fácil só mandar tomar no cú?? Puta texto grande pra dizer isso... heheheh

Abraços fio!!

Gordo (Edson para os intimos) disse...

Depois desta só me basta dizer uma coisa
Clap!Clap!Clap!Clap!Clap!Clap!Clap!Clap!Clap!Clap!Clap!Clap!Clap!Clap!

Você conseguiu dizer em poucas linhas o que eu tento dizer todos os dias.
Somos quem somos e somente nós somos quem somos, aos outros deixemos a inveja e admiração.

Lady disse...
Este comentário foi removido pelo autor.